Sábado, 1 de Dezembro de 2007

41 - Cerco de Lisboa

Cerco de Lisboa na Crónica de Froissart

Iluminura do Cerco de Lisboa de 1384, na Crónica de Jean Froissart.

 

    JEAN FROISSART (1333+1405), poeta e historiador francês, foi o mais importante cronista medieval europeu. Viajou por diversos países a fim de recolher dados para escrever a história das guerras do seu tempo, desde a batalha de Poitiers.

 

    Por isso percorreu longamente a França, Inglaterra, Escócia, Itália, Alemanha, Flandres, Luxemburgo, Boémia e Espanha. No país vizinho recolheu inúmeras informações acerca das lutas de Castela contra Portugal, as quais complementou com notícias recolhidas em Bruges junto da comunidade portuguesa.

 

    Chegou a deslocar-se de propósito à Holanda para ouvir durante seis dias o relato de João Fernandes Pacheco – Jean Ferrand Perceck, como ele o designa –, célebre cavaleiro português que ali se encontrava de passagem a caminho da Prússia, acerca da disputa ibérica e da Batalha de Aljubarrota: «pousada e ordenadamente de bom grado me fazia o seu relato, que eu tomava grande gosto de ouvir e de escrever».

 

    O Livro III das suas Crónicas relata pormenorizadamente a revolução portuguesa de 1383-1385 e a extraordinária Batalha de Aljubarrota, até com detalhes que o cronista Fernão Lopes não cita.

 

    Foram editadas pelas primeira vez em 1824 com o título de Les Chroniques de Sire Jean Froissart qui traitent des merveilleuses emprises, nobles aventures et faits d'armes advenus en son temps en France, Angleterre, Bretaigne, Bourgogne, Escosse, Espaigne, Portugal et ès autres parties, nouvellement revues et augmentées d'après les manuscrits.

 

Temas:
publicado por Jofre de Lima Monteiro Alves às 01:00
link do post | comentar | favorito
|
5 comentários:
De MPS a 1 de Dezembro de 2007 às 11:27
"E mandou El-rei [de Castela] apousentar o arreal a par de um moesteiro de donas que chamam Santos, da ordem de S. Tiago, que é arredado da cidade pouco mais de dous tiros de besta. Ali fezérom logo pera El-rei uma alta casa sobradada, feita sôbre quatro traves grossas, cercada de parede de pedra sêca.
Acêrca dela eram assentadas muitas e mui nobres tendas, assi de El-rei, como dos senhores que com ele vinham. Tôdalas outras gentes apousentaram suas tendas per Alcântara e per Campolide (...)
De Sevilha vinham muitas barcas e baixéis com mantimentos, e armas, e quaisquer outras cousas que lhe necessárias eram. (...)
Água rosada e outras destiladas águas de que os viçosos homens usam no tempo da paz, todo se ali achava por dinheiro, segundo cada um queria. E o azo de estas e outras muitas cousas seram achadas no arreal em grande cantidade, foi [a] chegada de duas carracas que iam do Levante carregadas pera Frandes, e tempo contrairo as costrangeu per força que pousáram em Restelo, junto com a frota; e el-rei lhes mandou rogar que lhes prouguesse descarregarem ali."

É assim que Fernão Lopes (Crónica de D. João I, cap. CXIV) descreve o assentar do arraial castelhano. Perdoe-me, o Jofre, tão longa citação, mas as palavras do Cronista valem ouro para mim!

Froissart é cronista de um tempo que começava a desaparecer, tempo marcado pela supremacia da aristocracia cujos valores eram assumidos como código do bem. Fernão Lopes, ao entregar o protagonismo ao povo, é tão inovador que se torna num cronista fora do seu tempo. Atrevo-me a dizer que Fernão Lopes escreve História no tempo da Crónica. Mas isto são outras conversas...

Esta iluminura - lindíssima por sinal - sempre me fez muita confusão porque nunca consegui entender que parte de Lisboa está representada e também porque não vejo mostras da cerca fernandina.

Para finalizar resta-me dizer-lhe, caro Jofre, que gostei que assinalasse o 1.º de Dezembro com a recordação de outros perigos e de outros heróis.

Um abraço
De Ralf a 3 de Dezembro de 2007 às 12:29
Caro MPS,

1384 o Fernão tinha 4 anos de idade.
Será que Fernão inventou algumas historiazinhas ?
Por favor conte-me também todas as "outras conversas "!
Os outros herois do 1º decembro são -sem duvida- os 152 pescadores de Matosinhos do ano 1947

Ralf
De MPS a 4 de Dezembro de 2007 às 16:38
Ralf

Ena, sabe quando nasceu Fernão Lopes! Informou-se na Wikipédia?
Para que eu lhe "conte" alguma coisa, o senhor tem, primeiro, que aprender Português.



Jofre

Desculpe, mas este artolas estava a pedi-las.
De Ralf a 23 de Dezembro de 2007 às 10:39
Bom Natal,
prezado historiador, valente patriota, caro amigo !
Ralf
De almariada a 27 de Novembro de 2008 às 13:30
Tomei a liberdade de copiar esta iluminura para ilustrar o post de hoje no meu blog. Naturalmente tem link para aqui.

Muito obrigada!

Comentar artigo

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Outubro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.Artigos recentes

. 123 - Ex-Líbris de Antóni...

. 122 - MEDICINA MEDIEVAL

. 121 – A Preguiça

. 120 – Basilisco

. 119 – UM NOTÁVEL DESENHO ...

. 118 – Testamento Velho do...

. 117 – Canguru Num Livro d...

. 116 – Banquete Aristocrát...

. 115 - Anfisbena

. 114 – Ex-Líbris de Antóni...

. 113 - A Luxúria

. 112 – Ex-Líbris de Antóni...

. 111 - Grifo

. 110 - Grifo

. 109 – A Ira

.Arquivos

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Abril 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

.Temas

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds